segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ECOS DO ÂMAGO

(RÔ Campos)

Dentro de mim há sons e ritmos
Harmonia
Melodia
Rebuliço
Rios que correm
Sedentos.
Dentro de mim há pássaros que cantam
O vento que assobia
Uma floresta em desalinho
Temporais
Avalanches
Noites
Meio-dia.
Dentro de mim há uma África inteirinha
Seus tambores e gemidos
Seus gritos e lamentos
Espalhados pelo mundo
E há também o seu canto.
Dentro de mim há muitas etnias
Todas as Américas
Europa e Ásia
E também Oceania.
Dentro de mim há poesia
Janela de minh!alma!
Dentro de mim há erudição
Samba e Choro
Vastidão...
Dentro de mim há espanto
Alegria
Amor
E dor
É tudo isso que canto
Com minhas mãos:
O canto que ecoa
De todas as Nações.

Nenhum comentário: