segunda-feira, 12 de outubro de 2015

FIM DE CASO


(RÔ Campos)

Ainda bem
Que foi tudo ilusão
Ainda bem
Que tudo ficou pra trás
Ainda bem
Que como toda ilusão
Acabou
Já não me iludo mais.

Ainda bem
Que o cigarro apagou
Ainda bem
Que a luz acendeu
Ainda bem
Foi o último trago
Já não te trago
No meu coração.

Ainda bem
Não valeu nada a pena
Ainda bem
Já paguei minhas penas
Ainda bem
Tou de volta pra vida
Quem sabe, na esquina
Aquele amor que deixei.

Nenhum comentário: